quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Ah os #drinkes

Ah... os drinkes, meus drinkes#
nao estou bêbada, mas talvez levemente alcoolizada, to nem aí...
tô de férias, 2 semanas, viajamos, foi maravilhoso, estou descansando
e me deu saudades
só saudades
sentir saudades
de momentos
de ler
certas coisas, certos materiais,
de viajar, pensar, filosofar,
doidice

o que umas quase 2 garrafas de bebidas diferentes nao faz

e já estou a pensar na próxima viagem

au revoir

quinta-feira, 18 de junho de 2015

Depois de 6 anos...


O que dizer depois de 6 anos morando na Alemanha?

O que eu tenho visto de quase todos os blogs e vlogs que  leio e vejo, na maioria sao só coisas boas, um mundo fantástico, nao que eu tb nao tenho vivivo por um tempo nesse fantástico.

Um dia uma brasileira me perguntou? Vc gosta de morar aki, o que vc acha da Alemanha? Ela já mora aki há muitos anos.

Eu dise: eu gosto é seguro.(mas foi um gosto assim meio sem gosto, nao sei se dá pra entender, nem eu entendo).
E ela disse éhhh o bom daqui, é a qualidade de vida!

Realmente ela sintetizou, pq é bom morar na Alemanha.

Entao na Alemanha, vc tem qualidade de vida, seguranca, transporte etc. em um grau quase perfeito.

Sim voltando ao blogs, vlogs e a esses 6 anos morando na Alemanha.

É raro vc ver algum deles falando de experiências nao muito boas, negativas, frustracoes, ...que mundo é esse?

Aí quem tá lá no Brasil, pensa, porra lá é muito bom, quero ir pra lá tb.

Nao sabe da missa o terco!!!

 Tirando a fase de adaptacao, que é principalmente vc aprender alemao, para viver aki e isso implica  poder ir ao médico, ao banco, ao supermercado, aos órgaos públicos, ter que se virar no alemao, arrumar um emprego, trabalhar, pagar, dividir contas, desenvolver sua independência e mesmo assim vc ainda nao será fluente no alemao como um nativo, vc ainda sofrerá com as declinacoes e vc ainda precisará de ajuda para entender documentos alemaes, burocracia, linguagem técnica, etc..

Eu aproveito pra dizer o que eu nao gosto na Alemanha, o que eu nao tenho gostado na Alemanha, o que tem de certa forma me sufocado, me irritado na Alemanha. É o fato de ser estrangeira e isso nao vai mudar, é andar na rua (no ambiente de trabalho principalmente) e as pessoas ficarem te olhando, pq vc nao tem a pele branca, pq vc nao tem os olhos claros, pq vc nao tem o cabelo loiro, essas coisas. Eles te olham e o olhar diz, de onde ela é?

É vc ter que lidar com a cara ruim do alemao, com a falta de gentileza. Vc chega falando alemao, calmamente, normalmente e eles num tom estranho nao tem como explicar, entao vc tem que falar um pouco sem delicadeza já na chegada pra eles te respeitarem, é isso, discriminacao velada.

Mais quem fica só em casa, num mundo paralelo, nao vivi isso, nao sabe o que é isso, continua no mundo fantástico.

segunda-feira, 2 de março de 2015

Voltei aki hj..., pq tomei uns vinho (to afim de falar/escrever sem concordancia) to de folga, amanha vou trampar normalmente, nao posso beber muito, nao tenho bebido muito, na verdade nao sou de beber muito, sempre procuro estar no controle das coisas, enfim.

To em crise, Crise de Amor, minha crise é eu amo ser brasileira, mas eu gosto, acho que amo cada dia mais a cultura alema, depois que voltei pro curso de alemao e o nível é alto p mim pelo menos, pros outros eu nao sei e nao me importa os outros, estou fazendo Zusammenfassung de livro, de artigo e sei que vem mais, estou escutando mais música alema e sério eu amo muito música alema e hj entendo mais elas tocam muito meu coracao e música é super importante pra mim, sempre foi, música toca a alma pra mim e isso é vital p mim e gosto disso de gostar com o coracao de música alema, mas aí rola a crise, gosto de ser brasileira, que o Brasil é uma merda com defeitos, corrupcao e todas essas coisas podres, mas nós brasileiros somos bons, eu sou, falo disso que o brasileiro, que nós brasileiros temos de sentimento e sentir por brasilidades por ser brasileira nata é uma coisa, mas sentir isso tb por coisas alemas é forte, entende, nao é pra entender, eu estou só me expressando.

Outra coisa tenho Facebook, coisa chata, tem tanta gente lá como meu amigo que nao me importo, nao quero curtidas, comentários, nada, pra mim ali, gostaria que fosse só um espaco para postar coisas que eu gosto, mas nao preciso de aplausos, nao quero.

Só isso...

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Resolvi hj do nada escrever aki.
Ainda no Inverno, mas nao tao longo e nao tenebroso.

2014 se foi e com ele uma pessoa querida que só deixou saudade e boas lembrancas, nem gosto de falar da dor da saudade...

Continuo lá na clínica e devo permanecer mais um tempo até conseguirmos nos mudar, mas há sempre pedras no caminho, mas as pedras elas sao tao importantes, elas tem o seu motivo, nos lembrar e fortificar...

Voltei para o curso de alemao depois de um tempo, fazendo o C1 e depois o C2 por completo espero conseguir, nao desanimar, nao desistir, a primeira aula já rolou, foi boa gostei, mas alemao nao é mole nao ainda mais nesse nível e estudando e trabalhano só Jesus na causa, mas era assim minha vida no Brasil e nesse sentido de intensidade sinto falta, damos nó em doido, fazemos mil coisas ao mesmo tempo e alemao nao tem esse pique nao, só nós terceirizados da vida.

E quem sabe volto outro dia por aki, inté ;)