quinta-feira, 15 de maio de 2014

ser sempre Maria...êpa!!!

vou falar lá da clínica, ôh novidade néh.

já falei em algum post passado que to mais solta, bem mais solta e segura no trampo.

e tenho 2 chefes uma da Bósnia, antiga Iugoslávia que veio pra Alemanha há mais de 20 anos por causa da guerra e tenho um chefe, o alemao.

com minha chefe to mais solta e ela adora mostrar que é chefe, nem vou entrar em detalhes, mas tem horas q aff...
agora meu chefe alemao ainda nao consegui me soltar com ele, até hj to travada, o respeito e sou muito na minha e ele na dele e na verdade  ele é bem assim mesmo e tudo assim anda bem.

agora com meus colegas...
eles sempre esperam de mim alegria contagiante, eles gostam.
eles me veem e puxam brincadeiras.
eles dizem brasileira, sangue quente, danca, blá, blá...
a imagem que eles tem dos brasileiros é de muita alegria e positividade e eu acho isso muito bom ao contrário de outros estrangeiros que eles sempre tem algo quase assim nao muito bom pra falar ou nao falar nada.
sabe aceitei isso e vejo agora com bons olhos, somos contagiantes positivamente e todos falam comigo, brincam e querem trabalhar comigo.

olha só isso, tem um terapeuta lá que ontem chegou me pedindo algo, já chegou dancando e dizendo êh Brasil, brasileira, sangue quente, cara nao me aguentei, só me restou rir, é engracado, aí perguntei e como é o sangue alemao e ele riu e disse ahh assim, assado, dando a entender que era meio morto, mas ele disse que ele era diferente e ele é mesmo, ele sempre está alegre, é nao podemos generalizar.

se estou meio na minha, eles perguntam se estou bem, se estou triste, se estou com saudades do Brasil e da família ou se estou zangada, eles nao querem me ver assim, só alegre sempre.
e assim sao os pacientes, todos me veem e querem saber de onde venho e quando digo sou brasileira, aff é uma festa.
um diz nossa como vc é bonita, alegre e comecam a falar espanhol e eu portunhol com eles.
um paciente disse ontem pq vc quando veio nao trouxe um navio cheio de brasileiras, vcs sao lindas

é demais néh nao...

eles nos querem sempre no ritmo Maria...êpa!!!

10 comentários:

  1. Isso é muito legal, os brasileiros realmente são vistos como um povo alegre. Eu percebi isso quando morei fora, enquanto você via que algumas nacionalidades não eram descritas com palavras positivas, os brasileiros geralmente são. Sei que tem muitos brasileiros que dizem que a nossa fama no exterior é de moleza, não gosta de trabalhar, que as mulheres são todas garotas de programa, e com certeza deve ter isso mesmo. Mas eu nunca senti nada de ruim quando disse que era do Brasil, nunca mesmo. Acho que as coisas estão mudando e ser relacionado com alegria é muito bom!

    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ma é isso mesmo somos relacionados com a alegria e como vc disse isso é muito bom :)

      Excluir
  2. Olha é mais ou menos por ai mesmo! Só não gosto da fama de P ! que, principalmente em Zürich, as mulheres brasileiras tinham muito. Hoje em dia nem tanto, mas no passado, segundo dizem, sim...
    Olha, essa alegria contagiante, rs... acho que as pessoas daqui onde eu moro meio que se decepcionam um pouco comigo, rs... porque eu sou bem na minha, hahahahahahaha. Aliás a MAIORIA fica surpresa quando digo que sou brasileira :-(. Normalmente eles pensam que eu sou ou italiana, ou portuguesa ou espanhola. E ao contrário do que a Marcela escreveu acima, acho que brasileiro leva fama de trabalhador sim, nunca ouvi que brasileiro tem fama que não gosta de trabalhar por aqui. Uma amiga que morou na Pensilvânia, nos EUA disse que lá tb os brazucas são vistos como trabalhadores! E muito americano gostava de contratã-los para trabalhar principalmente na construção civil. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. olha a fama de puta eu escutei mesmo foi no Brasil, de que brasileiras e brasileiros vinham pra Europa e eram putas ou putos rs, mas ao morar aqui nunca senti isso dum alemao, e se tem brasileiros que fazem algum motivo ha pra se fazer, nao vou julgar, nao é problema meu, só espero que nao chegue a minha porta rs, agora escuto que quem tem essa fama sao ucranianas, polonesas, etc., sorry por elas, muitos pacientes alemaes quando me veem ja me classificaram de varias nacionalidades como italiana, espanhola ou de algum país asiatico, os pacientes estrangeiros pensam que eu ou sou turca ou sou arabe, rs tenho várias faces, olha eu tb sou bem na minha aqui, nao conheco meus vizinhos, talvez eles saibam que nao sou alema e é só, nao sabem acho nem que sou brasileira, mas como trabalho fora lá sou na minha, mas eles sabem que sou brasileira e brincam e eu brinco de volta, tudo num limite, eu nao ia era trancar minha cara pro povo rs, pq ja me basta ouvir eles falando mal de turcos, arabes pq sao mulculmanos e nao comem carne de porco o que eles fazem aqui, pq eles nao voltam pro país deles, de romenos que sao ladroes, eles falam pouco sobre isso mas falam, na surdina, talvez eles falem mal de brasileiros, mas pelo menos uma coisa já notei somos classificados como trabalhadores e isso é positivo:)

      Excluir
  3. Que bom que você gosta desse tipo de reação/relação sobre os brasileiros, pois eu particularmente não gosto. Nunca me identifiquei com o perfil/clichê de brasileiros (sempre alegre, fazendo festa, dançando) e fico muito irritada quando alguém vem com esses comentários! Mas é verdade que é bem melhor do que ter uma imagem ruim. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu nao gosto tb desse perfil/cliche, mas gosto de saber que eles gostam dos brasileiros e de nosso país, que querem visitar, conhecer, assim como nós queremos viajar e conhecer a Europa, sao contrastes, claro que eles nao vivem a realidade da desigualdade, corrupcao e servicos públicos bosta, agora eles falam comigo- nossa perto da copa e há muiitos movimentos sociais, eles veem que os brasileiros estao insatisfeitos e tentando lutar, mas nos sabemos ou estamos sem fê na mudanca, ainda bem que eles nao estao nos detonando, pq já tem brasileiro fazendo isso, se sentindo pq mora num país civilizado, por exemplo a Alemanha, mas sabe lá se como se vive por aqui... :)

      Excluir
  4. Hahahaha que bom que você leva isso numa boa, pois se ficassem me "cobrando" ser alegre o tempo inteiro eu ficaria P da vida.

    ResponderExcluir
  5. Vi muitos blogs de gente reclamando nas Unis ou Facu q alemão é reservado, fechado, etc., pois estando com eles todo dia no trabalho tenho visto algo bem diferente, aproximação e talvez essa seja uma forma de se aproximarem, mas isso não quer dizer que eles puxem papo 24 horas por dia, pq todos tem tarefas a realizar, isso sao pequenos momentos , nao ha cobranca e sim uma preocupacao em saber se estou bem ;)

    ResponderExcluir
  6. Oi barb. Me identifiquei Muito com o que voce escreveu. Moramos na mesma regiao

    ResponderExcluir
  7. Aqui na Alemanha. Faco um estagio em um Seniorheim. E guando Falo que sou brasileira.logo associam a alegria.sol....E quanto aos colegas de trabalho alguns sao simpaticos outros nao. Gostei Do seu Blog. Parabens. Ana Carvalho.

    ResponderExcluir