domingo, 19 de janeiro de 2014

os depressivos

Bem lá na clínica temos os pacientes com problemas ortopédicos e pacientes com problemas psiquicos.
Esse segundo grupo sao de pacientes com vamos dizer assim problemas de depressao.
Por terem algum problema psiquico eles as vezes criam na cabeca que tem alguma intolerancia, alergia, enfim, tipo a lactose, frutose, gluten ou colesterol e outros, muitos outros.
Sei q realmente tem gente com problemas assim, mas muita coisa  é do psiquico entende.
Como diz o ditado cabeca vazia oficina do capiroto.
Esses pacientes sao jovens, jovens em idade produtiva, que podem trabalhar, diferente dos pacientes ortopedicos que sao idosos com ossos fracos que sofreram alguma fratura...
Sim ultimamente tenho sido escalada quase todos os dias pra atender os depressivos.
Nessa ala de depressivos há alemaes e estrangeiros, os estrangeiros a maioria sao turcos, mas ja apareceu de outras nacionalidades.
Esses pacientes principalmente os alemaes sabem que sou estrangeira.
Conversando com um ou com outro de vez em quando, os alemaes nao se mostram muito, mas ja teve alemao que me disse que conversar comigo fez o seu dia melhor.
Dos estrangeiros, em duas ocasioes diferentes, turcas me perguntaram sobre trabalho.
A primeira turca me perguntou quanto tempo eu trabalhava ali, que queria o meu contato, enfim.
A segunda turca me perguntou parecido, quanto eu ganhava por hora e tal e o papo foi alem.
A incentivei a mandar curriculos e a encorajei a acreditar que iria conseguir.
Detalhe o alemao dela era melhor que o meu e ainda vive aqui há mais tempo.
Pelo que percebi esses pacientes a maioria sao desempregados, ociosos.
Deu pra sacar que essas pessoas estao em depressao por nao terem trabalho.
Mas gente a pessoa pergunta pra mim quanto eu ganho por hora.
Eu acho que o mal da humanidade é querer muito e fazer pouco.
Se eu for fazer uma comparacao eu trabalho desde 2010 aqui.
E tudo foi uma crescente.
Ninguém ou a maioria nao comeca lá em cima.
Ninguém  ou a maioria nao comeca no emprego dos sonhos.
Meu primeiro trabalho eu ganhava pouco e era regulamentado, tudo direitinho como a Alemanha impoe, mas era meu primeiro trampo por aqui.
O meu alemao tava no ABC.
No meu segundo trabalho já ganhva mais e o alemao ja tava melhorzinho.
 E agora no terceiro trabalho estou ganhando bem mais e por estar todos os dias com alemaes, a timidez aos poucos vai diminuindo, meu alemao melhorou mais, principalmente o ouvir e o falar a gente vai nem que seja na loka.
Isso nao quer dizer que to ganhando horrores e nem que meu alemao é como um nativo, alemao pra mim será um aprendizado pra toda vida, essa é minha opiniao hoje.
Há possibilidades, há sim, vamos trabalhar com flores, com bichos, com criancas, com idosos, com alimentacao, com organizacao.
Vamos comecar algo, dê uma chance pro novo, pro diferente.
Tente, se nao gostar mude, procure outra praia.
E escada se sobe de degrau em degrau.



5 comentários:

  1. depressão eu acredito que seja um dos males mais comuns que hoje em dia finalmente é melhor aceito e diagnosticado. E desemprego com certeza deve causar depressão em muita gente. Mas poucos conseguem começar ganhando a vida de maneira facil, e isso a gente só aprende tomando na cabçea. Acabo de me formar e to aprendendo na marra o que sempre ouviam dizer. Vai levar tempo e muita dedicação até eu conseguir ser bem remunerada pelo que faço. O importante é não desisitr e seguir sempre em frente!
    Bis bald!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grazi sim depois que se forma, trabalhar e ser bem paga por isso demora, mas um dia chega é o que todos esperam ;)

      Excluir
  2. É isso aí... tem que se abrir pra novas possibilidades, não ter medo nem vergonha de mudar de rumo, de área... Já passei por 02 momentos que me deixaram depressiva (lembro q eu chorava tanto que o povo achava que eu não me curava de uma gripe, só vivia de nariz vermelho) : um quando levei um pé na bunda depois de quase 6 anos de namoro/noivado e outro foi justamente ao perder um emprego.
    Hoje eu sou concursada, mas tive que começar de baixo novamente, receber de salário 1/3 do que eu recebia antes pra depois galgar novos concursos com cargos melhores... Enfim, é a vida, é bonita e é bonita :)))

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lu quando se muda para um outro país, tudo muda, a sua profissao muda tb, aqui na Alemanha pelo que vejo posso estar enganada mas a área das exatas vc ainda consegue mais coisa, mas tem que se adaptar tb e principalmente essa área tem que ter um bom inglês, já a minha área Humanas ah meu bem é bem mais complicado, leva mais tempo e muito mais adaptacao, entao as vezes temos que ir por outros caminhos, mas ir, senao o TEMPO PASSA passa e vc nao consegue é nada, vai ficar só sentada, sonhando e vendo a vida passar, sonhar é bom, devemos sonhar, mas tb temos que ser realistas, por isso adiante :)

      Excluir