sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Pank

Gente faz tempo q nao posto nada, mas é pq to trabalhando muito, entao estou cansada e sem tempo...

Mas como disse a Ma lá no seu blog q é pessoal, q fala de vida, q nao mostra um mundo só cor de rosa, entao lá vai.

To eu essa semana trampando e uma colega, ela é somente ajudante, vai uma ou duas vezes na semana ou vai de quinze e quinze dias, enfim.
Ela tem um problema que já percebi, é alcoolatra, só pode ser, ela cheira alcool, sabe aquele cheiro de cachaca, pois é, ela deve beber muito vinho e vinho por aqui nao é fraco nao.
Outra coisa que eu percebi é que de vez em quando ela tem uns tremores e outras coisas tipo dores musculares, tipo caimbra...
Aí que estavamos trabalhando juntas, eles sempre me colocam pra trabalhar com ela, pq eu a ajudo mais do que ela deveria me ajudar.
De repente ela comeca a fazer coisas sem sentido e eu pergunto se ta tudo bem, nesse momento ela vira p mim, arregala os olhos, comeca a tremer e cai no chao durinha e babando, pareceu cena de filme de horror.
Gente nao foi brincadeira, griteiiiiiiii, pedindo socorro e ajuda, nessa hora vieram os pacientes da clinica pra socorrer, as outras colegas e em um segundo como trabalhamos numa clinica gracas a Deus médicos chegaram e a socorreram.
Ela foi encaminhada para um hospital.
Mas sabe o que aconteceu, uma crise epiléptica.
Gente foi horrivel, nunca tinha visto isso.
Fiquei nervosa, chorei, me preocupei com ela e nao conseguia tirar aquela visao da minha vista.
E nao é que depois de umas 4 horas ela tava de novo na clinica pra buscar suas coisas e o carro.
Os médicos disseram que ela deveria permanecer mais tempo, mas ela nao quiz.
Detalhe tava tremendo horrores e dizendo que podia dirigir, mas nao deixamos pq a filha iria busca-la
Gente sério eu acho que ela nao ficou no hospital por causa do alcool, muito triste.
Gente ela é só o palito, fuma que nem um dragao, bebe e tem esse problema de saúde e com certeza outros.
Triste viu.
Ela pelo visto vai estar de volta na próxima semana.
Ai, ai, ai que pank.


5 comentários:

  1. Meu Deus! Essa moça precisa urgente de tratamento, porque eu acho que ela já chegou a um nível de dependência, que triste! O maior problema, na maioria destes casos, será conseguir que ela aceite que está doente e dependente. Tomara que ela consiga se tratar. Bjss

    ResponderExcluir
  2. Triste...
    Se acontecer novamente a crise (espero q vc não esteja perto), tem q tentar manter a calma, colocar a cabeça dela de lado, abrir a boca, puxar a língua ou por um pano... etc Mas como vc trabalha em clínica é bem melhor...
    Tem AA por aí ? Desenrola uns cartazes e coloca nos quadros de aviso da clínica... quem sabe ela se interessa.
    abs

    ResponderExcluir
  3. Eu tinha um colega que eu só encontrava nas baladas da vida e que bebia até passar mal. Ele sempre acabava com o rock de quem estivesse com ele, sendo de quem fazia companhia ou apenas conversava. Aí descobrimos por que ele passava tão mal, era porque ele tem epilepsia. Então eu entendo o que você passou pois passei por um situação ainda pior porque estava sozinha com ele conversando num evento quando ele teve um ataque. Sorte nossa que esses eventos tipo rock in Rio tem ambulância com paramédicos prevendo coisas como essas ou coma alcóolicos. Fiquei sabendo que ele se casou e parou de roquear por aí. Menos mal, né? Bjs e bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  4. Que triste. A pessoa já tem uma doença grave e ainda a deixa ainda pior por causa da bebida. Eu já vi um homem tendo um ataque epiléptico...é de dar medo. Bom que pelo menos ela ainda tem o emprego,agora exalar álcool no trabalho é preocupante. abs

    ResponderExcluir
  5. Complicado Barb pois se no Brasil que somos mais abertos já é difícil ajudar uma pessoa nessa situacão imagina por aí que o povo é bem mais fechado.
    Tomare que ela melhore e que vc consiga ajuda la de alguma forma.
    Bjokass

    ResponderExcluir