segunda-feira, 8 de abril de 2013

Livro, meu, histórias, minhas...

Oiêee gente.
Nos últimos 2 posts principalmente no último dei uma de louca.
Dei nao, sou louca mesmo.
As vezes escrevo assim meio, peraí to pensando num termo nao muito forte.
Sim escrevo meio mal educadinha, sem me importar, mas eu to sendo eu.
Mas sei que tem gente que passa por aqui, comenta ou simplesmente lê, acompanha e foi, obrigadinha a todos.
Viu hj to de boa :)
Rá estou de folga por uma semana, deve ser por isso, alegria, alegria.
Isso se nao ligarem pra mim, me requerendo, sobra pra novata, a brasileira.

Sobre o trampo, tá tranquilo, fácil, mas Hospital é hospital, funciona todo dia.
Sábado, domingo, feriados, nao importa, entao nesses quase 2 meses que estou por lá.
Nao tive todos os feriados e finais de semana, epa, epa, epa, mas tive um sábado ou domingo aqui e outro aculá, melhor dizendo bem depois.
E isso vale pra todo mundo, nao é só pq eu sou estrangeira nao viu, todos os meus colegas que sao  alemaes passam pela mesma situacao.

Sim continuando, do trabalho, do ambiente e dos colegas, oi esse último sempre dá pano pra manga.
O trabalho faco o meu e pronto, sem dificuldades.
O ambiente em geral é ao mesmo tempo light mas horas meio estressante.
Agora os colegas, hum encontrei umas pérolas.
1, 2, 3 pérolas, espero nao encontrar mais e o restante normais de se conviver.
Vamos por partes.

Tem uma que parece associal, ela é elétrica e fica resmungando, falando baixinho, mas eu pego no ar.
A segunda acha que é dona do hospital pq está há um bom tempo, perfeccionista e tb resmunga.

Agora a terceira foi a pior de todas, acha que é minha chefe, que fiz contrato diretamente com ela e que paga meu salário, mas o pior de tudo impaciente, intolerante e nao sabe ensinar, uma burra estúpida, séria, de cara fechada, nao sorri, nao descontrai, só fala de trabalho, nao cumprimenta os colegas, já ouvi uns buchichos sobre ela, a bicha foi e é ruim com quem chega.
Olha isso! fui fazer perguntas sobre o trabalho e claro que nisso vem alguns termos em alemao que nao conheco, ela solta 'kannst du nicht Deutsch', porra ela tem que esclarecer e ensinar o servico, acha que já vou chegar no primeiro dia e saber tudo, e isso foi  sim no primeiro dia. A segunda praticamente gritou comigo na frente de um colega,  fiquei bege, choquei, sem reacao, mas encontrei gente boa por lá, o colega saiu em minha defesa e inclusive foi contar diretamente pro meu chefe, o chefe de verdade oi. Ah! se eu fosse contar tudo, hum, hum.
Resumo da ópera, o resultado foi positivo pra mim e pra ela foi negativo.
Quase todos no setor ficaram sabendo e alguns ficaram preocupados e saíram em minha assistência de forma discreta nas atitudes.
O pior é que outras colegas confessaram que ela fez o mesmo com elas, essas duas sao estrangeiras como eu, ou melhor elas sao de origem estrangeira, nasceram aqui, mas por terem famílias estrangeiras, nao sao considerados 100% alemaes, coisa que acontece por aqui, né, oi, a gente sabe, 'Alice no país das Maravilhas-nao-nao-nao-sim-sim-sim...'

Sobre mim algumas dessas e outras coisas me entristeceram.
Tive que me fazer quase de morta, quase pq nao fiquei tao cadáver, soltei algumas alfinetadas de leve, agi assim, pq tenho objetivos maiores.
Mas agora a coisa tá bem melhor.
Remédio é o Tempo, a paciência e a serenidade que tenho aprendido de verdade na Alemanha.
No meu país explodiria na primeira.
No momento estou demarcando terreno e me soltando aos poucos.
Ainda tem coisa, mas... depois.

Tempo, tempo, tempo,...  'Oracao ao Tempo' na voz linda de Maria Bethânia, linda, diva, amo.












4 comentários:

  1. rsrsr Te conteu que também mudei de emprego né... comigo ta se passando + ou - assim tambem,,, uma gestante que eu vou cobrir a licença maternidade e ela simplesmente disse numa reunião ( que eu não estava) que não ia me passar nada, oi ?!
    É mole... bom, todos estão sabendo, a reunião foi com o chefe, e pegou mal pra ela claro,,, tô lá na sala dela, tô tentando, mas na 1a oportunidade já deixei bem claro que só vou cobrir a licença dela porque mandaram que eu não quero nem tenho intenção de ficar no lugar dela, que inclusive eu nem gosto das atribuições da função dela... ai ela tá melhorando aos poucos:S

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh mundo pq existem pessoas assim, nao deveria existir, mas temos que fazer a nossa parte, nosso trabalho, sobrivência, boa sorte :)

      Excluir
  2. Oie Barb!
    Vc me viu na rua né?
    Eu tava com meu namorado e tb te reconheci. Só não sabia que era vc, hehehe. Falei pra ele, "aquela ali tá com cara de ser brasileira"
    :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rárárá, pois é nos vimos, tava com outra amiga brasileira, eita mundo pequeno :)

      Excluir