quarta-feira, 24 de abril de 2013

"Lá vou eu de novo, lá vem de novo..."

Gente desculpem mas minha vida agora é só trabalho.
Tenho tido pouquissimas folgas, uma vez por semana.
Tenho horas extras que depois podem ser revertidas para dias livres ou incluído nas férias.

Entao no momento meu assunto é lá do trampo.
To caminhando pros 3 meses no trabalho.
E como está?
O Trabalho em si nao é difícil, já falei isso.
Difícil sao os alemaes e as relacoes pessoais.

Na minha equipe somos acho mais de 10.
Os tipos sao dos alegres, alto altral que gostam de conversar e fazer piada  aos mais sérios e reservados.
Claro que gosto mais dos mais abertos, divertidos.

Lá vou eu de novo contar os babados.
Eu já disse que sou a única estrangeira.
Ah esqueci de contar estava em 2 setores de trabalho.
Devido a confusao de uma louca, tá no último post.
Agora to só em um setor.
E lá tb tem pérolas.
Entao falo pouco, mas falo e aos poucos tenho tentado me entrosar, mas sei que é um processo.
Sobre o trabalho quase todos tem algo a me dizer.
Quero dizer, tipo assim me corrigir ou mandar/pedir...

Entao desses meus colegas tem uma lá que me tira do sério.
Ela é impaciente e quando tem uma oportunidade só me critica.
Mas o problema é o tom de voz, ela falo alto com volume, entendem, nao grita, mas chega perto.
E essa pessoa tem acabado com meus nervos, com meu humor.
Nao é todo dia que isso acontece.
Mas quando acontece saio acabada, destruída, arrasada, triste e como sou uma merda de égua manteiga derretida, choro.
Nao quero chorar, mas nao consigo segurar é mais forte que eu, mas choro em casa.

O problema é que todos me tiram pra Cristo.
O Tratamento é diferente.
Entre os alemaes, eles se respeitam, existe um limite.
Mas essa pessoa nao tem um limite, uma faixa de respeito comigo.
Tenho contado as vezes que isso tem acontecido.
Fico pensando, ela faz isso pq eu sou estrangeira, nunca vi ela agir da mesma forma com os alemaes.

O ambiente é tranquilo, mas rola um fuxico, uma fofoquinha, comentários e eu nao suporto isso.
Agora chegou mais uma novata e eles estavam lá falando dela e falando pra mim, cara nao falei nada só escutei.
Eles querem que eu ensine a novata, pq eles nao tem paciencia.
Eles sao impacientes.
Na frente da novata, ela é alema, sao so elogios e respeito e por trás metem a lenha.
Devem ter feito isso comigo, quando eu errava.
Agora eles sabem que já dou conta de muita coisa do trabalho.
Mas se eu cometo um erro, ou se nao sou rápida, vem uma ESSA e me desrespeita.
Nao sei o que fazer.
Queria ignorar, aparente faco isso, mas por dentro to me corroendo.
Só espero nao adoecer de raiva, tristeza...
Espero que as coisas melhorem com relacao a essa pessoa, pq nao tá fácil.
Ontem ela falou alto e eu nao aguentei e respondi, falei alto tb, foi raiva pra cá e pra lá, de ambas as partes.
Mas depois fui lá tentar conversar com a pessoa e ficamos bem.
Mas partiu de mim, sempre parti de mim, to cansada disso.
:(

12 comentários:

  1. Olá tudo bem?
    Valeu pelo comentário ... Vou aceitar a sua ajuda sim pelo skype... Mas a minha vida tb está corrida. Trabalho e facu então imagina ne ?!?!

    Qnt ao problema com o respeito , acho q tem um pouco sim por ser estrangeira. Mas não impedi de você se impor e fazer com q eles te respeitem e falar no mesmo tom q eles, mostra q você não é besta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sei q tenho q me impor, eu tenho personalidade, sempre tive, nao tenho me feito de besta, simplesmente ando cansada, sem vontade de procurar stress, mas pode ser que tenha que mudar mesmo.

      Excluir
  2. Na boa? Acho que se gritam com vc, vc tem que gritar de volta. alemao adora testar nossos limites, e precisamos nos impor, responder e exigir respeito. Qto à novata, quem sabe, é uma chance de vc conseguir uma "aliada" no trabalho. Boa sorte!
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu tb penso assim de gritar de volta, fiz isso da última vez, mas como disse ficou um clima péssimo, porra é foda mas eu só quero fazer meu trabalho e ter paz, enfim...bjs.

      Excluir
  3. Barb, super concordo com as meninas acima. Você tem que se impor. Eu também já passei pela sua situação e quando eu aprendi a revidar eles passaram a baixar a crista e me respeitar. Não precisa gritar, mas as vezes um pouco de olhar ameaçador é suficiente pra eles perceberem que você não é tão frágil quanto eles pensam. Mas que é ruim é...eu te entendo tanto. As vezes também fico muito triste, porque como você falou, tudo sempre parte da gente. Fica bem!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana eu estou me impondo sim, o problema é que tem gente querendo montar em cima, achando que pode fazer isso, devem estar tentando, ver se tem uma brecha e eu nao tava esperando por isso, mas eu ja tenho demonstrado que nao vou deixar esse tipo de situacao acontecer, bjs.

      Excluir
  4. Olha Barb Ivan odeia isso em alemão....
    Ele vive falando que tem que aprender a se impor... ouço isso dele direto!!
    Eu sou do tipo mais "toma lá da cá"... acho uue se lida-se com alemão seria fogo, se ele grita-se eu também devolveria na mesma moeda.
    Esses dias ouvi uma história de uma amiga que o chefe dela gritou com ela na frente de outras pessoas. Ela enfurecida pediu a ele que nunca mais fize-se aquilo... Bom ela achou que ia perder o emprego, mas que nada, alemão não leva pro lado pessoal, ele tentou explicar novamente o por que da bronca, ela disse que tinha entendido mas tornou a repetir pra ele não fazer isso na frente de outras pessoas. Ele virou e reponndeu OK!!
    pensa nisso...
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gritar de volta pode ser, mas nao sei se é uma boa resposta, mas quando o sangue ferve e nao aguentamos mais estrapolamos, por enquanto tenho tido controle, mas tenho me imposto com algumas pessoas pelo olhar e comportamento, bjs.

      Excluir
  5. Lamentável essa situação :(
    Vc precisa ter sangue frio, e qdo ela vier falar assim, vc respira fundo, e toca no assunto de assédio moral, xenofobia, discriminação e joga na cara q ela é preconceituosa sim, q vc não vê ela fazendo isso com os alemães, etc.
    Agora, com tom de voz firme, sem gritar, mas de forma dura, séria...
    Pois é isso que está acontecendo, assédio moral mesmo...
    Espero que as coisas se resolvam o quanto antes.
    Um abs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lu eu tb pensei em todas essas coisas que vc falou, sempre penso nisso por estar em um outro país e por mais que nao queira tenho essas impressoes, sensacoes tao ruins, mas dentre essas a xenofobia é horrivel, enfim, espero que nao seja isso e pare de sentir isso de alguns alemaes, de alguns, nao posso generalizar, tudo se resolvera, abs.

      Excluir
  6. Nossa que chato o que esteja passando. Olha infelizmente passo isso dentro do Brasil, só com a mudança de estado. Depois que resolvi expôr meus projetos começaram a melhorar. Porque você não tenta isso de expôr algum projeto para seu superior maior de todos e ver essas possibilidade e infelizmente ignora estas pessoas sem humor. Um grande abraço. Mira.

    ResponderExcluir
  7. Nossa...que chato, o que esteja passando. Infelizmente vejo isso até dentro do Brasil, entre as mudanças de Estado. E depois que resolvi expôr meus projetos ao superior maior e as situações começaram a melhorar, não sei se isto poderia ser o seu caso. Porque, assim teria que se impôr mais e teriam consequentemente mais respeito por você.
    Um grande abraço.
    Mira.
    P.S.: Poderia apagar o comentário acima.

    ResponderExcluir