quarta-feira, 24 de abril de 2013

"Lá vou eu de novo, lá vem de novo..."

Gente desculpem mas minha vida agora é só trabalho.
Tenho tido pouquissimas folgas, uma vez por semana.
Tenho horas extras que depois podem ser revertidas para dias livres ou incluído nas férias.

Entao no momento meu assunto é lá do trampo.
To caminhando pros 3 meses no trabalho.
E como está?
O Trabalho em si nao é difícil, já falei isso.
Difícil sao os alemaes e as relacoes pessoais.

Na minha equipe somos acho mais de 10.
Os tipos sao dos alegres, alto altral que gostam de conversar e fazer piada  aos mais sérios e reservados.
Claro que gosto mais dos mais abertos, divertidos.

Lá vou eu de novo contar os babados.
Eu já disse que sou a única estrangeira.
Ah esqueci de contar estava em 2 setores de trabalho.
Devido a confusao de uma louca, tá no último post.
Agora to só em um setor.
E lá tb tem pérolas.
Entao falo pouco, mas falo e aos poucos tenho tentado me entrosar, mas sei que é um processo.
Sobre o trabalho quase todos tem algo a me dizer.
Quero dizer, tipo assim me corrigir ou mandar/pedir...

Entao desses meus colegas tem uma lá que me tira do sério.
Ela é impaciente e quando tem uma oportunidade só me critica.
Mas o problema é o tom de voz, ela falo alto com volume, entendem, nao grita, mas chega perto.
E essa pessoa tem acabado com meus nervos, com meu humor.
Nao é todo dia que isso acontece.
Mas quando acontece saio acabada, destruída, arrasada, triste e como sou uma merda de égua manteiga derretida, choro.
Nao quero chorar, mas nao consigo segurar é mais forte que eu, mas choro em casa.

O problema é que todos me tiram pra Cristo.
O Tratamento é diferente.
Entre os alemaes, eles se respeitam, existe um limite.
Mas essa pessoa nao tem um limite, uma faixa de respeito comigo.
Tenho contado as vezes que isso tem acontecido.
Fico pensando, ela faz isso pq eu sou estrangeira, nunca vi ela agir da mesma forma com os alemaes.

O ambiente é tranquilo, mas rola um fuxico, uma fofoquinha, comentários e eu nao suporto isso.
Agora chegou mais uma novata e eles estavam lá falando dela e falando pra mim, cara nao falei nada só escutei.
Eles querem que eu ensine a novata, pq eles nao tem paciencia.
Eles sao impacientes.
Na frente da novata, ela é alema, sao so elogios e respeito e por trás metem a lenha.
Devem ter feito isso comigo, quando eu errava.
Agora eles sabem que já dou conta de muita coisa do trabalho.
Mas se eu cometo um erro, ou se nao sou rápida, vem uma ESSA e me desrespeita.
Nao sei o que fazer.
Queria ignorar, aparente faco isso, mas por dentro to me corroendo.
Só espero nao adoecer de raiva, tristeza...
Espero que as coisas melhorem com relacao a essa pessoa, pq nao tá fácil.
Ontem ela falou alto e eu nao aguentei e respondi, falei alto tb, foi raiva pra cá e pra lá, de ambas as partes.
Mas depois fui lá tentar conversar com a pessoa e ficamos bem.
Mas partiu de mim, sempre parti de mim, to cansada disso.
:(

segunda-feira, 8 de abril de 2013

Livro, meu, histórias, minhas...

Oiêee gente.
Nos últimos 2 posts principalmente no último dei uma de louca.
Dei nao, sou louca mesmo.
As vezes escrevo assim meio, peraí to pensando num termo nao muito forte.
Sim escrevo meio mal educadinha, sem me importar, mas eu to sendo eu.
Mas sei que tem gente que passa por aqui, comenta ou simplesmente lê, acompanha e foi, obrigadinha a todos.
Viu hj to de boa :)
Rá estou de folga por uma semana, deve ser por isso, alegria, alegria.
Isso se nao ligarem pra mim, me requerendo, sobra pra novata, a brasileira.

Sobre o trampo, tá tranquilo, fácil, mas Hospital é hospital, funciona todo dia.
Sábado, domingo, feriados, nao importa, entao nesses quase 2 meses que estou por lá.
Nao tive todos os feriados e finais de semana, epa, epa, epa, mas tive um sábado ou domingo aqui e outro aculá, melhor dizendo bem depois.
E isso vale pra todo mundo, nao é só pq eu sou estrangeira nao viu, todos os meus colegas que sao  alemaes passam pela mesma situacao.

Sim continuando, do trabalho, do ambiente e dos colegas, oi esse último sempre dá pano pra manga.
O trabalho faco o meu e pronto, sem dificuldades.
O ambiente em geral é ao mesmo tempo light mas horas meio estressante.
Agora os colegas, hum encontrei umas pérolas.
1, 2, 3 pérolas, espero nao encontrar mais e o restante normais de se conviver.
Vamos por partes.

Tem uma que parece associal, ela é elétrica e fica resmungando, falando baixinho, mas eu pego no ar.
A segunda acha que é dona do hospital pq está há um bom tempo, perfeccionista e tb resmunga.

Agora a terceira foi a pior de todas, acha que é minha chefe, que fiz contrato diretamente com ela e que paga meu salário, mas o pior de tudo impaciente, intolerante e nao sabe ensinar, uma burra estúpida, séria, de cara fechada, nao sorri, nao descontrai, só fala de trabalho, nao cumprimenta os colegas, já ouvi uns buchichos sobre ela, a bicha foi e é ruim com quem chega.
Olha isso! fui fazer perguntas sobre o trabalho e claro que nisso vem alguns termos em alemao que nao conheco, ela solta 'kannst du nicht Deutsch', porra ela tem que esclarecer e ensinar o servico, acha que já vou chegar no primeiro dia e saber tudo, e isso foi  sim no primeiro dia. A segunda praticamente gritou comigo na frente de um colega,  fiquei bege, choquei, sem reacao, mas encontrei gente boa por lá, o colega saiu em minha defesa e inclusive foi contar diretamente pro meu chefe, o chefe de verdade oi. Ah! se eu fosse contar tudo, hum, hum.
Resumo da ópera, o resultado foi positivo pra mim e pra ela foi negativo.
Quase todos no setor ficaram sabendo e alguns ficaram preocupados e saíram em minha assistência de forma discreta nas atitudes.
O pior é que outras colegas confessaram que ela fez o mesmo com elas, essas duas sao estrangeiras como eu, ou melhor elas sao de origem estrangeira, nasceram aqui, mas por terem famílias estrangeiras, nao sao considerados 100% alemaes, coisa que acontece por aqui, né, oi, a gente sabe, 'Alice no país das Maravilhas-nao-nao-nao-sim-sim-sim...'

Sobre mim algumas dessas e outras coisas me entristeceram.
Tive que me fazer quase de morta, quase pq nao fiquei tao cadáver, soltei algumas alfinetadas de leve, agi assim, pq tenho objetivos maiores.
Mas agora a coisa tá bem melhor.
Remédio é o Tempo, a paciência e a serenidade que tenho aprendido de verdade na Alemanha.
No meu país explodiria na primeira.
No momento estou demarcando terreno e me soltando aos poucos.
Ainda tem coisa, mas... depois.

Tempo, tempo, tempo,...  'Oracao ao Tempo' na voz linda de Maria Bethânia, linda, diva, amo.












domingo, 7 de abril de 2013

:!?2x

Sem sentido
E com sentido
No sentido de sentir
Oi!
Ou consentir
Me permitir escrever
Aqui
Meu, um espaco
Meu Ego
Minhas idéias
Minhas confusoes (sempre fui rárárá... quem nao foi ou nao é parabéns p vc poste, mas de qualquer forma desculpe ou nao pelo sarcasmo)
Meus conflitos
Minhas neuras

Meu Sentir
Com ou sem sentido
Consentido
Por mim
A própria
A dona

Nao gostou
Vai ali
Onde
 Na esquina

;/


segunda-feira, 1 de abril de 2013

.!?

A vida é bela.!?
Título de filme.
Mas me diga a vida é bela.!?
E o que é belo.!?
A beleza.!?
Me diga tb.
E o feio, há feio no belo.!?
E o feio é feio ou belo.!?
Talvez seja possível as duas coisas.!?
Sinônimos e Antônimos.
A vida.
Tantas e cheias de contradicoes.
Positivo e negativo.
Simples eu to assim, assado.

Liga nao to tomando meus drinques.
To na terceira taca de vinho.
E vou continuar.
Sei Páscoa.
Nao sou beata me criei na rua...(Ana Carolina)

Sem feriado.
E sim trabalho.
Vou conitunuar nos meus drinques.
Relax, precisada.
Mas voltho